Só quero, só quero ver Você?

 

 

 

Eu já fui daquelas que senta lá atrás e se sente um cubo de gelo, já fui daquela que até curte o som no local, mas, distante nos pensamentos e devaneios. Também já fiquei na primeira fila, gritei, pulei, chorei, caí, levantei, caí de novo, enfim...conheço um pouco dessa vibe que quero falar hoje.

 

Estamos vivendo hoje um movimento intenso de adoração entre jovens e adolescentes e em consequência disso algumas (ou muitas)conferencias estão sendo realizadas e isso causa, ou muita alegria e empolgação para algumas pessoas ou muitas críticas de que não podemos viver de conferencias e que as pessoas se enchem, mas não doam nada e com isso se questiona a validade delas. Pois bem, esses dias tive a oportunidade de participar de uma delas e quero contar como foi. Senta aí.

 

Área VIP

 

Apesar da linda tecnologia de hoje e de poder acompanhar tudo pelo Youtube ao vivo e aproveitar do sofá de casa eu estava determinada a ter um dia off, ou pelo menos uma manhã, para participar dessa conferência. Consegui! Depois que cheguei no local, falei com alguns amigos e resolvi sentar por ali mesmo nas cadeiras “vips” pra não perder nada. Até que fui questionada pelo staff: - Quem é você mesmo?, eu disse: -Ninguém (e ri sozinha lembrando de GOT). Eles me deixaram ficar por lá mesmo assim, cara de pau que sou.

 

O evento começou, um momento de adoração com música muito intenso! Confesso que eu não sabia todas as músicas mas sentia uma alegria imensa de estar ali e vez ou outra me pegava contemplando a adoração de jovens e adolescentes naquele local. Eles cantavam:

 

“Os céus começam se abrir, toda terra se dobrou a Ti.

Cristo, Rei dos Reis veio nos buscar”

 

Nossa missão aqui na Mocidade para Cristo é pregar o evangelho para cada jovem e adolescente, mas pra quê? Para que todos eles O adorem! Imagina a cena, você ouvindo milhares de jovens cantando isso cara, é de chorar...\o/ sonhava acordada, imagina se aquele local estivesse cheio com as centenas ou milhares de alunos que já falamos do Evangelho? Imagina até que alguns poderiam mesmo estar ali naquele momento.

 

Falamos do que vivemos 

 

Bom, então você quer dizer que Jesus morreu na cruz para ser adorado? Exatamente! Deus se agrada da verdadeira adoração e Ele nos atrai para que ao adorá-Lo possamos conhecer ainda mais o Seu amor. E uma coisa é certa, quem conhece o Seu amor não consegue ficar calado ou inerte diante de tão grande descoberta e precisa contar ao mundo o quão magnífico é encontrar com Ele (seja em uma conferência, no quartinho desarrumado ou na fila do ônibus).

 

John Piper já dizia, “Missões existem porque a adoração não existe. Missões é a nossa maneira de dizer: a alegria de conhecer Cristo não é um privilégio privado ou tribal ou nacional ou étnico. É para todos. E é por isso que nós vamos. Porque já experimentamos a alegria de adorar a Jesus, e queremos que todas as famílias da terra sejam incluídas. ”

 

Então se a sua adoração se resume só a repetir “só quero, só quero ver você” e isso não gera em você um desejo absurdo de cantar “só quero, só quero que outros também vejam você” existe alguma coisa errada nesse processo.

 

Talvez você ainda não me conheça, me chamo Raquel e hoje sou missionária urbana pela Mocidade para Cristo e sabe como eu parei aqui? Diferente da maioria, não fui desafiada em uma conferencia missionária, lendo livro sobre missões ou participando como voluntária de alguma ONG. Foi com tempos e vida de adoração, a cada experiencia minha alma gritava:  -Preciso contar isso aos outros, eles precisam experimentar essa presença e quem Ele é. Por isso fico tão empolgada e impactada quando vejo jovens adorando, eu sei que dali sairão alguns ou muitos que entenderam qual o seu propósito na Terra.

 

O que precisamos entender é que nós não somos os protagonistas dessa história, Ele é. Ele chama alguns para realizar conferencias, outros para compor canções, outros para ir às escolas, outros para cuidarem dos feridos na igreja, outros para ocuparem cargos públicos e etc...mas Ele chama não porque precisa de nós para que todos os povos O conheçam, Ele chama porque anseia pela participação dos seus filhos nessa grande e maravilhosa tarefa.

 

Quando estava na “área VIP” me deparei com alguns nomes hoje que estão evidencia, Laura Souguellis, Rodolfo Abrantes, Priscila Alcantara e até uma cópia do Macaulay Culkin e ao olhar para eles pensava na frase “apenas um vaso”, eles não são vips porque tem milhares de visualizações ou seguidores, eles são vips porque são participantes dessa história de Deus e Ele decidiu de alguma forma usá-los para a sua glória, tudo em nossa vida existe para que nos juntemos com Ele nesse propósito.

E aí, vamos ser VIP? 

 

 

 

Raquel Chaves Guerreiro 

 

casada com Julio e mãe de duas princesas: Lara e Liz. Apaixonada pela Missio Dei e comprometida em proclamar as boas novas a os jovens e adolescentes. Curto futbol, filme, séries e videogame.

Please reload

November 26, 2018

Please reload

POSTS RECENTES